JÁ ENCONTROU A SUA ALMA GÊMEA? Parte 2 de 2

A explicação poética, encontramos no link da parte 1 de 2 ,

  • onde  transcrevemos as perguntas e respostas do  livro “O CONSOLADOR” e no romance “HÁ DOIS MIL ANOS”,  através da psicografia de Chico Xavier, em 1940,  quando o Espírito Emmanuel, encarnava o Senador Públio Lentulus Cornelius  e compôs um poema para sua esposa Lívia, no Século I, ROMA ANTIGA, em PLENO CRISTINANISMO NASCENTE.   

alma-gemea-cla-le

Quando falamos em almas gêmeas, não é generalizando o termo, mas no sentido de que existem almas gêmeas nos planos onde ainda não existe a verdadeira perfeição do Espírito.
Deus não fez uma alma somente para outra, de modo que somente as duas possam sentir o verdadeiro amor entre si.
Isso não existe entre os Espíritos puros.(³)

A explicação poética sobre este tema, você encontra na Parte 1 de 2.

Para melhor avaliarmos esta questão, optamos pelas respostas que os Espíritos responsáveis pela Codificação, passaram a Kardec.

af-bruna-rodigo-2012-2

 Abaixo, transcrevemos as perguntas elaboradas por Kardec e, as respostas obtidas dos Espíritos e inseridas em O LIVRO DOS ESPÍRITOS(²).

 — Continua a existir sempre, no mundo dos Espíritos, a afeição mútua que dois seres se consagraram na Terra?

  • “Sem dúvida, desde que originada de verdadeira simpatia.
  • Se, porém, nasceu principalmente de causas de ordem física, desaparece com a causa.
  • As afeições entre os Espíritos, são mais sólidas e duráveis do que na Terra, porque não se acham subordinadas aos caprichos dos interesses materiais e do amor próprio.”

af-edu-zozo-2012

— As almas que devam unir-se estão, desde suas origens, predestinadas a essa união e cada um de nós tem, nalguma parte do Universo, sua metade, a que fatalmente um dia se reunirá?

  • “Não; não há união particular e fatal, de duas almas.
  • A união que há é a de todos os Espíritos, mas em graus diversos, segundo a categoria que ocupam, isto é, segundo a perfeição que tenham adquirido.
  • Quanto mais perfeitos, tanto mais unidos. Da discórdia nascem todos os males dos humanos; da concórdia resulta a completa felicidade.”

— Em que sentido se deve entender a palavra metade, de que alguns Espíritos se servem para designar os Espíritos simpáticos?

  • “A expressão é inexata.
  • Se um Espírito fosse a metade de outro, separados os dois, estariam ambos incompletos.”

—Se dois Espíritos perfeitamente simpáticos se reunirem, estarão unidos para todo o sempre, ou poderão separar-se e unir-se a outros Espíritos?

  • “Todos os Espíritos estão reciprocamente unidos.
  • Falo dos que atingiram a perfeição.
  • Nas esferas inferiores, desde que um Espírito se eleva, já não simpatiza como dantes, com os que lhe ficaram abaixo.”

af-bruna-rodrigo— Dois Espíritos simpáticos são complemento um do outro, ou a simpatia entre eles existente é resultado de identidade perfeita?

  • “A simpatia que atrai um Espírito para outro resulta da perfeita concordância de seus pendores e instintos.
  • Se um tivesse que completar o outro, perderia a sua individualidade.”

— A identidade necessária à existência da simpatia perfeita apenas consiste na analogia dos pensamentos e sentimentos, ou também na uniformidade dos conhecimentos adquiridos?

  • “Na igualdade dos graus de elevação.”

af-lol-alan-2012

— Podem tornar-se de futuro simpáticos, Espíritos que presentemente não o são?

  • “Todos, o serão. Um Espírito, que hoje está numa esfera inferior, ascenderá, aperfeiçoando-se, à em que se acha tal outro Espírito. E ainda mais depressa se dará o encontro dos dois, se o mais elevado, por suportar mal as provas a que esteja submetido, permanecer estacionário.”af-pais-rodrigo

a.) — Podem deixar de ser simpáticos um ao outro dois Espíritos que já o sejam?

  • “Certamente, se um deles for preguiçoso.”
  • A teoria das metades eternas encerra uma simples figura, representativa da união de dois Espíritos simpáticos.
  • Trata-se de uma expressão usada até na linguagem vulgar e que se não deve tomar ao pé da letra.
  • Não pertencem decerto a uma ordem elevada os Espíritos que a empregaram.
  • Necessariamente, limitado sendo o campo de suas ideias, exprimiram seus pensamentos com os termos de que se teriam utilizado na vida corporal.
  • Não se deve, pois, aceitar a ideia de que, criados um para o outro, dois Espíritos tenham, fatalmente, que se reunir um dia na eternidade, depois de haverem estado separados por tempo mais ou menos longo.

ATENÇÃO:

A resposta dada no Livro dos Espíritos: “Não há almas que desde suas origens,  estejam predestinadas a união”, condiz com o princípio básico do livre-arbítrio.
Sendo gêmeas desde a criação possuiriam características semelhantes e distintamente das demais. Realmente, seria difícil imaginar que Deus tivesse criado, originalmente, pares de espíritos.

af-mila-e -2012

A existência de almas gêmeas depende, pois, do plano em que se situam.

• No seio da pureza angélica, repetimos, não existe; ali o amor é perfeitamente universal.

• Mas, nos planos próximos à Terra, certamente que existem almas gêmeas.

Estamos caminhando para a perfeição, para amar ao próximo como a nós mesmos, como o Cristo nos ensinou.

• O próximo são todas as almas, em todos os planos de vida.

Procuremos experimentar deixar fluir o amor puro para fora do lar, atingindo os que sofrem:

  • fome,
  • sede, e
  • nudez.

Avancemos com esse amor para
• os animais,
• as aves,
• as plantas,
• o ar,
• o sol,
• as estrelas,
• os alimentos,

que notaremos uma vida renovada e uma consciência mais livre, a nos inspirar a verdadeira paz no coração.

Que vivamos com mais gratidão aos que nos cercam, com mais carinho para com aqueles que nos deram a oportunidade de reencarnar, para com os nossos parentes e amigos.

• Se a vida continua, o nosso amor deve continuar nos dando paz de consciência e prometendo felicidade onde quer que estejamos.

af-vos-cerniauskas-2012

Não há união particular e fatal, nos assevera “O Livro dos Espíritos”, porque Deus é Deus de amor, e os Espíritos puros são livres, sem exigências e sem ciúmes que possam levá-los à prisão dos sentimentos.

• A grandeza de Deus é bem maior do que se pensa.

• Ele, sendo a Inteligência Suprema, não iria nos pedir opinião antes de fazer as leis para o bem da criação universal.

Unamo-nos no bem coletivo sem apego, ligados pelo amor que universaliza todos os sentimentos, para que a paz de todos forme a paz de Deus em nossos corações para sempre.

Existem almas gêmeas sim, pois todas as almas são gêmeas pela força do amor de Deus.

CONSULTA: (¹)=O CONSOLADOR – 23a. edição – Francisco Cândido Xavier – ditado pelo espírito Emmanuel * 1940, questões 322 a 330; (2)=O Livro dos Espíritos,(lançado em 18/04/1857), Allan Kardec,Paris, 76a. ed., perguntas 297 e 303; (3)= FILOSOFIA ESPÍRITA, Volume VI, Esp.Fernando Miramez de Olivideo, Miramez, psicoggrafia do médium João Nunes Maia; http://www.guia.heu.nom.br/alma_gemea.htm ;http://www.olivrodosespiritoscomentado.com/fev6q298c.html, http://bvespirita.com/….pdf, FOTOS: www.google.com.br; VIDEO: YOU TUBE



Católica de nascimento, Filha de Maria na adolescência. ESPIRITUALISTA, desde sempre. Em busca incessante, li de tudo que pude. Circulei muito: Sheicho-no-ie, Círculo Esotérico da Comunhão do Pensamento, Rosa Cruz, Eubiose, Logosofia, Teosofia, Ponte para a Liberdade, Cromoterapia, Apometria, etc. ESPÍRITA desde que apaixonei-me por Kardec, quando fomos apresentados, no Grupo Espírita Batuíra, Sumaré-Capital-SP, em 1987, (COEM, 2 anos) após o qual, encaminharam-me para integrar as equipes de Passe e Desobsessão. Curso de Passe na FEESP, tendo sido indicada para a equipe de Desobsessão no 9o. andar, às quintas-feiras. Pós em Psicobiofísica, turma 1997/99, na Uniespírito. Continuo em busca. Agora direcionada ao conhecimento profundo, desta Doutrina científica, cuja fé prima pela razão.

Publicidades

Sem comentários.

Deixe uma Mensagem

*

Email
Print